Notícias em destaque

SINTRASE verifica denúncia de ar condicionado quebrado em secretaria

0

Servidores da Seplag são castigados com ar condicionado quebrado há mais de três meses.

Agravada pela temperatura elevada em Aracaju nas últimas semanas, os servidores que trabalham na Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), em especial, os lotados no setor de pagamentos e recursos humanos, têm convivido em condições insalubres no ambiente de trabalho. A quebra do ar condicionado do setor vem causando queixas, já que o problema da falta de climatização adequada no local se arrasta há mais de três meses.

As dirigentes do SINTRASE, Erika Leite e Fernanda Carvalho, apuraram as denúncias in loco nesta quarta, 26, e questionaram a superintendente do setor, Ana Geórgia Pereira, sobre o conserto dos aparelhos. “A informação dada é que já foram feitos alguns chamados ao Departamento de Administração e Finanças (DAF), e que técnicos da empresa responsável pela refrigeração já compareceram e afirmaram que os problemas estão, na verdade, no sistema elétrico”, explicou Erika. “O movimento no local é intenso durante todo o dia, e o prédio recebe o calor durante o expediente. Este problema estrutural castiga servidores, que precisam de um mínimo de comodidade para trabalhar”, declarou a diretora, que averiguou a presença de ventiladores no local. “Foram trazidos por um servidor para amenizar a situação”, disse.

A informação do DAF é que uma empresa responsável pela reparação no sistema elétrico já foi contatada para fazer um orçamento na semana passada, e que a visita de outra empresa está marcada para os próximos dias. “Foi passado para a gente que seria necessário levantar o orçamento de três empresas, e que é provável que ainda precise abrir um processo licitatório”, disse Erika. “Demos um prazo para que até a próxima segunda, 31, haja um avanço em prol de soluções para melhorar as condições de trabalho”, completou.

Ainda sobre a situação, o presidente do sindicato, Diego Araujo, afirmou que o problema precisa ser resolvido com maior celeridade e que os servidores não podem ser penalizados pela falta de compromisso da secretaria. “O SINTRASE está atento à situação e pode até pedir a interdição do local e a liberação dos servidores, alegando as condições insalubres,caso o problema não seja solucionado prontamente”, finalizou.

seplag 1 (1) seplag 2 seplag 4

14º: Agentes de saúde e de endemias em Dores vão receber incentivo financeiro adicional

Previous article

CTB repudia decisões do STF contra a classe trabalhadora

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.