Notícias em destaque

SEEB/SE e CTB fazem a defesa da Caixa Econômica

0

01 (2)

O Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) e a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB/SE) realizaram em Aracaju a manifestação nacional em defesa do papel social da Caixa Econômica Federal (CEF). O ato denunciou os riscos de retrocessos sociais com a possível abertura do capital do banco federal. Denominado “Caixa: 100% pública”, a manifestação aconteceu nessa terça, dia 20, às 08h, em frente à Agência Serigy, no Calçadão João Pessoas.

Segundo a presidenta do SEEE/BE, Ivânia Pereira, em todo o País, os sindicatos e federações de bancários e as centrais sindicais temem a redução do papel social da Caixa, e que seja transformada em uma empresa de economia mista.

“Defendemos a manutenção da missão da Caixa enquanto fomentadora do desenvolvimento econômico e social do País. Nos últimos anos, a Caixa cumpriu papel destacado no desenvolvimento de políticas públicas de distribuição de renda e inclusão. No acesso à moradia, somente o Programa Minha Casa, Minha Vida beneficiou mais de seis milhões de brasileiros”, destaca a presidenta.

“O anúncio da abertura do capital da instituição foi um ato covarde da presidenta Dilma. A Caixa é o principal agente de políticas públicas do Estado brasileiro”, afirmou o vice-presidente da CTB/SE, Waldir Rodrigues. O cetebista estava acompanhado de representantes dos sindicatos dos Trabalhadores dos Serviços Públicos (Sintrase) e dos Trabalhadores da Saúde (Sintasa), respectivamente Elma Andrade e Augusto Couto.

Para o diretor de Saúde do SEEB/SE e funcionários da CEF, Evilásio Félix o momento é crítico. “Nesses 154 anos de existência, a Caixa nunca sofreu investida no sentido de deixar de ser banco 100% público e ter o seu capital aberto”, afirma o sindicalista.

Sergipe

A Caixa completará 154 anos. É um banco 100% público com um volume de ativos totais que ultrapassa R$ 1 trilhão. O banco tem 3.362 agências espalhadas por todo o Brasil.

Em Sergipe, A Caixa tem 42 agências e mais de 100 empregados.  Nos últimos três anos, a Caixa ampliou significativamente seu  papel social em Sergipe, inaugurando 17 agências: Aracaju (quatro), Boquim,  Capela,  Carira, Canindé do São Francisco, Itabaiana, Itabaianinha, Neópolis, Nossa Senhora das Dores Poço Verde, Ribeirópolis, Salgado e Umbaúba.

Unidade

Um dia antes do ato em defesa da Caixa, no dia 19, a Diretoria Executiva do SEEB/SE recebeu a visita de apoio e solidariedade dos presidentes da Associação do Pessoal da Caixa (APCEF) e da Associação dos Gestores da CEF (AGECEF), respectivamente Cely Cristina Nascimento e Cláudio Cerqueira. As lideranças reafirmaram a necessidade da unificação da luta pela manutenção do papel social do banco.

Por Déa Jacobina 

Sintrase prestigia final do Campeonato Society do SEEB/SE

Previous article

“Conceição é o melhor nome para assumir a SEIDES”, diz Waldir

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.