Notícias em destaque

Secretário da Fazenda recebe a diretoria do Sintrase

0

SintraseeSefaz SintraseeSefaz02

Nesta terça-feira, 10, a Direção Executiva do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público de Sergipe (Sintrase) foi recebida pelo secretário da Fazenda, Jeferson Passos. O secretário iniciou a reunião com a notícia de redução “considerável” no índice de gastos com pessoal. Porém, segundo o secretário, o Estado de Sergipe ainda não pôde pagar em plenitude o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos da Administração Geral (PCCV/AG).

Das informações oficiais, o índice de gastos com pessoal no último quadrimestre de 2014 (setembro a dezembro) fechou em 48,00 %, o que representa uma queda de 1,55 % em relação ao patamar do quadrimestre anterior (maio a agosto). Esse último fechou em 49,55%.  “Esse índice de gastos com pessoal ainda está acima do limite prudencial fixado Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que é de 46,55 %”, lamenta o presidente do Sintrase, Waldir Rodrigues.

Jeferson Passos apresentou informações sobre ações que o Estado vem adotando para reduzir as despesas. O secretário reafirmou que a maior prioridade do governador Jackson Barreto, nesse momento, é conseguir pagar as pendências do plano.

Periculosidade dos Vigilantes

Os diretores do Sintrase solicitaram urgência por parte do governo na publicação do decreto regulamentando o Adicional de Periculosidade dos Vigilantes.  Jeferson Passos se comprometeu em ver com a Secretaria de Planejamento o andamento da tramitação do decreto.

O vigilante e coordenador do Sintrase, Fábio Barbosa, considerou o decreto para pagamento do adicional de periculosidade como um avanço. “Os vigilantes com o apoio incansável da direção do Sintrase vêm travando essa luta há muito tempo. Já tivemos mais longe. Agora, a assinatura desse decreto pelo governador representará um das mais importantes conquistas da nossa árdua luta”, afirmou Barbosa.

Vale x dinheiro

O secretário-geral do Sintrase, Diego Araújo questionou o secretário acerca da possibilidade da administração estadual pagar o Vale Transporte Urbano e Suburbano em espécie, dinheiro. Para o sindicalista, o pagamento não acarretará em nova despesa ao Estado. “Na contrapartida, a mudança na forma de pagamento possibilitará ao servidor escolher a forma de locomoção mais viável”, defendeu o sindicalista. O secretário se comprometeu em realizar um estudo mais detalhado acerca da questão para retomar o assunto com o Sintrase.

Jeferson Passos finalizou a reunião reafirmando a prioridade da gestão estadual com o pagamento do PCCV/AG. “Os esforços necessários estão sendo feitos para que o estado se enquadre na LRF”, afirmou Jeferson Passos.

Waldir Rodrigues disse que o encontro foi produtivo. “A redução nos índices dos gastos relatada pelo secretário reacende nossas esperanças. Mas, é preciso que o governo Jackson Barreto recoloque as finanças do Estado em um patamar administrável. E não apenas a base do Sintrase, mas todas as categorias do serviço público estadual aguardam a redução das despesas para que o Estado garanta as conquistas dos PCCVs”, destacou Wladir Rodrigues.

A diretora-administrativa e financeira do Sintrase, Elma Andrade, ressaltou a importância do PCCV/AG. “O plano foi um ganho real para todos os servidores. E hoje, apesar de vigilantes, saímos daqui com expectativas de que os pagamentos do PCCVs serão cumpridos”, afirma a liderança. Ainda estavam presentes na reunião a servidora da Sefaz e diretora da Asta/Sefaz, Gleide Selma Santos e o assessor do Sintrase, Joelinton Santos.

Ascom Sintrase

Aposentado Folia alerta para mobilização nacional

Previous article

SERVIDORES DE DORES VÃO PARALISAR AS ATIVIDADES

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.