Notícias em destaque

NOTA SINTRASE – CORTE DE PONTO DOS SERVIDORES

0

Diante dos descontos realizados nos salários de alguns servidores – situação esta que foi exposta pelo sindicato na última assembleia – o SINTRASE se reuniu na manhã desta sexta, 28, com a diretora de Recursos Humanos da Secretaria da Educação (Seed), Jussara Jacintho, e com as superintendentes executiva, Lucivanda Nunes, e a Geral de Recursos Humanos, Ana Geórgia Pereira (ambas da Seplag) para tratar sobre os equívocos na confecção da folha de pagamentos dos servidores.

No encontro, a Seed informou que, nestes casos questionados pelo SINTRASE, os descontos realizados foram referentes não só aos dias de greve, mas também, a descontos de meses que antencederam o período da paralisação.

ATITUDE LAMENTÁVEL – O coordenador do SINTRASE, Diego Araujo, na ocasião, lamentou o ocorrido e destacou que as informações fornecidas pelo Governo são contraditórias, já que as faltas somente podem ser descontadas no mês subsequente a sua concretização. “Este discurso da Seed, de que ‘as faltas são anteriores ao período da greve’, não tem procedência. Está claro que essa foi mais uma atitude irresponsável do Governo, que tentou a todo custo desmobilizar a categoria e o movimento grevista”, relatou.

Diego destacou que a greve não teve sua ilegalidade decretada e, por isso, esta ação é considerada uma verdadeira arbitrariedade. “Repudiamos efetivamente tal atitude e vemos isso não apenas como um erro, e sim, como uma perseguição contra os servidores que estavam em greve. Acreditamos que possam ocorrer erros pontuais, mas sabemos que essa foi mais uma das formas do Governo para desmoralizar a paralisação e amedrontar os servidores”, disse.

O coordenador relembrou que o desconto já realizado na folha de alguns servidores foi o motivo principal pelo qual a categoria decidiu encerrar a greve na assembleia realizada ontem (27). “Mesmo tendo a Justiça e a legalidade da greve ao nosso favor, o servidor sabe e entendeu como alguns procedimentos levianos ocorrem no Governo, e que a maior prejudicada, neste momento, seria a própria categoria, que já convive com um salário baixo e não poderia sofrer com mais este desconto”, declarou.

RESOLUÇÃO – Para sanar esses problemas de forma mais rápida e sem precisar, a priori, recorrer à Justiça, SINTRASE e Governo fizeram uma negociação na reunião desta sexta, no qual ficou acertado que todos os descontos dos servidores serão devolvidos na folha suplementar do próximo dia 5 de setembro. “Tentamos dialogar o mais rápido possível, sem brigar neste momento na Justiça, porque sabemos que o processo poderia demorar meses e até anos, e o servidor ficaria sem os valores por muito mais tempo”, declarou o coordenador.

Diante disso, o SINTRASE informa que o servidor que tenha observado algum desconto de faltas no contracheque do mês de agosto deve encaminhar-se à sede do sindicato (Rua Porto da Folha, 984, bairro Cirurgia) ou enviar seu contracheque digitalizado para o endereço eletrônico: [email protected], com a maior brevidade possível.

comunicado_sintrase

Servidores da administração geral do Estado decidem finalizar a greve

Previous article

Sintrase pode denunciar Seed na OIT

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.