Notícias em destaque

Intersindical: SINTRASE e sindicatos se reúnem com o Governo

0

 Os dirigentes do SINTRASE, Elma Andrade e Diego Araujo, juntamente com representantes de mais 13 entidades sindicais se reuniram na tarde desta segunda, 3, com o vice-governador Belivaldo Chagas para dar prosseguimento às exigências das entidades do Movimento Intersindical de Sergipe. O encontro contou ainda com a presença dos secretários de Estado da Fazenda, Jefferson Passos e do Planejamento (Seplag), João Augusto Gama. Os sindicalistas pleiteiam melhorias trabalhistas, como a implantação de PCCV’s, subsídios e reposição salarial; entre outros pedidos.

       Na reunião, foram apresentados dados em relação aos custos com despesas e receitas do Estado pelos secretários, que alegaram a todo o momento “haver uma crise financeira no país que dificulta o desenvolvimento do estado, além de Sergipe apresentar um grande déficit na previdência”. Porém, segundo os membros das entidades, há divergências com o governo sobre os cálculos destas despesas e receitas, que pode possibilitar, dessa forma, o atendimento às exigências das categorias com a formulação de novos estudos. “As categorias querem, a partir da apresentação de novos cálculos, mostrar que as reivindicações podem ser acatadas e que há possibilidade em atender as demandas, como o PCCV da Administração Geral”, declarou Elma.

Na oportunidade, o secretário Gama, da Seplag, afirmou que ante às reivindicações, “a prioridade do governo é diminuir gastos para colocar em prática o PCCV, aprovado em 2014”. Diante disso, para o coordenador do sindicato, o canal de diálogo com o governo está, por enquanto, preservado, mas o discurso governista não sai do “mais do mesmo”. “A reunião foi relevante porque mantém aberta a mesa de negociação com o governo, mas os secretários de Jackson Barreto parecem se preocupar mais em demonstrar gastos e chorar miséria que solucionar o problema efetivamente. O que queremos saber é como iremos resolver, de fato, os impasses do funcionalismo público em Sergipe, principalmente da nossa categoria, que já completou mais de 40 dias em greve e precisa de um respaldo concreto, pois lutou pela aprovação do PCCV no ano passado e este não foi contemplado em sua totalidade”, destacou Diego.

Uma nova reunião foi marcada com um representante de cada sindicato na tarde desta terça, 4, para formar uma comissão responsável em levar novos dados e discutir o andamento das negociações. Pela manhã, sindicatos e categorias realizaram um protesto unificado em frente à Assembleia Legislativa.

As entidades presentes no movimento são SINTRASE, Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Sindifisco, Sintasa, Sindipen, Sindiconam, Sinpol, Seese, Sinpsi, Sindimed, SENGE/S, Adepol e Stert-SE.

reuniao inter1 reuniao inter2 reuniao inter3 reuniao inter5

Salário parcelado vai gerar prejuízo para Estado de SE

Previous article

Intersindical: SINTRASE e sindicatos se reúnem com o Governo

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.