Notícias em destaque

Comando de greve visita servidores da capital e interior

0

Servidores de vários municípios sergipanos estão recebendo orientações do comando de greve, (equipe responsável pela conscientização e visitas em instituições) sobre a importância da adesão à paralisação. Escolas estaduais e os Centros de Atendimento ao Cidadão (CEAC´s) estão sendo os principais pontos visitados pelo comando desde a última quinta, dia 11. Segundo o comando, a greve da Administração Geral, que começou no dia 4, vem ganhando força após o trabalho de interação entre sindicato e categoria.

De acordo com a diretoria do SINTRASE, as mobilizações estão ocorrendo de forma regionalizada, contemplando também as áreas mais afastadas da capital, já que a base do SINTRASE compreende os 75 municípios. “O comando de greve está formado por servidores de diversos pólos de Sergipe, que deve orientar os servidores de cada região a aderir ao movimento grevista e fortalecer essa luta, para que eles não se sintam intimidados com possíveis perseguições”, destacou o presidente, Diego Araujo. “Os servidores devem estar cientes dos seus direitos e deveres, principalmente quando a categoria se encontra em estado de greve. O comando serve para esclarecer as dúvidas e manter uma relação de harmonia com a equipe diretiva das escolas estaduais e dos CEAC´s”, declarou a diretora administrativa do sindicato, Elma Andrade.

Calendário de mobilizações

As visitas, que começaram após o recesso de carnaval, teve início com a realização de visitas em escolas de Aracaju. “Visitamos mais de 15 escolas no primeiro dia, parando sempre para dialogar com os servidores que ainda estavam receosos em paralisar”, disse Jaqueline Rodrigues, uma das integrantes do grupo que fez a visitação. “Em alguns pontos, a participação foi em massa, mas houve escolas em que os servidores ainda apresentaram dúvidas sobre a paralisação e, por isso, não aderiram. Mas estamos atentos para reforçar a relevância da categoria em parar as atividades neste momento”, destacou. Entre as instituições visitadas no primeiro dia (quinta, 11), estavam os colégios estaduais João Alves Filho, Senador Leite Neto, Prof. Gonçalo Rollemberg Leite, Pres. Nelson Mandela, Poeta Garcia Rosa, Emb. Bilac Pinto, Lourival Batista, 8 de julho, General Siqueira, Rodrigues Doria, entre outras escolas.

Na manhã da sexta, dia 12, foi a vez dos CEAC´s da Rodoviária Nova, Shopping Riomar e Rua do Turista receberem o comando de greve. “As áreas que são cobertas pelos servidores estaduais estavam paralisadas, como NAT e SSP. Víamos poucos servidores que ainda iam trabalhar nestes postos”, declarou Jaqueline, dando destaque aos 2 primeiros postos citados. Ontem, (segunda, 15) o comando percorreu mais escolas estaduais na capital, como Atheneu, Arício Fortes, São José, Dom Luciano, José Rollemberg Leite, Valnir Chagas, Djenal Tavares de Queiroz, entre outras. “Na escola estadual Tobias Barreto, por exemplo, encontramos já na primeira visita uma adesão de aproximadamente 70%”, destacou.

Nesta terça, dia 16, o comando está visitando escolas no interior, mais precisamente nas regiões de Nossa Senhora da Glória e Ribeirópolis. Nesta quarta, 17, outras escolas de Aracaju devem receber a equipe.

Já na quinta, dia 18, a categoria está preparando um ato de protesto na Assembleia Legislativa (Alese), às 9h, para que os parlamentares, que iniciaram os trabalhos legislativos nesta semana, tenham sensibilidade com a causa da categoria e tranquem as pautas do governo até o pagamento integral do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos da Administração Geral (PCCV/AG), principal pauta de reivindicação da greve. Para o protesto, servidores de todas as regiões devem vir à Aracaju para pressionar os deputados.

Descontos durante a greve

O SINTRASE aproveita a oportunidade para esclarecer a principal dúvida do servidor: não poderá haver corte de ponto de servidores durante a greve. “Somente poderá haver corte se a greve for declarada ilegal e o sindicato e categoria não acatarem a decisão da justiça”, relembrou o presidente, Diego Araujo. “O momento agora é de mobilizar e fortalecer a adesão da categoria. O foco é esse. Não há porque adiantar problemas agora”, finalizou.

8

9

2

1

10

[Destaque] Greve dos servidores é destaque em todos os jornais

Previous article

Convocação: Ato de protesto na Alese nesta quinta, dia 18

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.