Últimas Notícias

Em reunião, SINTRASE e prefeitura de Dores retomam diálogo sobre PCCV da categoria

0

Durante a manhã desta terça, 7, os dirigentes do SINTRASE, Diego Araujo, Elma Andrade e Marleide Vieira, junto ao assessor jurídico do sindicato, Denis Arciere, se reuniram com o prefeito de Nossa Senhora das Dores, Dr. Thiago. A nova rodada de diálogo foi motivada pela cobrança de pautas, entre elas, o fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPI´s) e a retomada de discussão sobre um novo plano de carreira para os servidores.

Novo PCCV
Em comum acordo, os presentes definiram que um Grupo de Trabalho (GT) para elaboração de um novo Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) será formado nos próximos dias, através de decreto municipal. A previsão dada pelo prefeito é de que até a próxima segunda, 12, a ordem seja publicada no diário oficial.

O GT será formado por dois integrantes da administração municipal e dois do SINTRASE. As reuniões para discussão de propostas vão ser definidas por cada área (saúde, educação e quadro geral), com periodicidade semanal. “A prefeitura vai apresentar uma nova proposta, que será construída através do GT e encaminhada ao sindicato”, explicou Diego.  “O SINTRASE  analisará alguns pontos e ao final da confecção do Plano, as propostas serão apreciadas pela categoria, que em assembleia vai aprovar ou não as sugestões”, disse. O processo de elaboração do PCCV será de, no máximo, 60 dias.

Ainda de acordo com a administração municipal, a previsão é implementar o novo PCCV em 2018.

Outras solicitações
No encontro, o SINTRASE apresentou um relatório que continha especificidades para uso dos EPI´s para servidores das mais diversas áreas do quadro municipal. “A prefeitura deve fornecer os equipamentos e cada secretaria terá que exigir do seu servidor o uso dos equipamentos”, afirmou Marleide. Diego reforçou a urgência em oferecer o EPI e reafirmou a importância de realizar uma reunião entre a categoria e um profissional técnico da área de saúde e segurança do trabalho.

O adicional de insalubridade para papiloscopista e adequação do grau correto para algumas funções que já recebem a gratificação foram discutidas na reunião.

 

 

Campanha Salarial 2017: SINTRASE e sindicatos cobram resposta sobre reposição e pagamentos em dia

Previous article

Regularização dos salários: SINTRASE acompanha encaminhamento de projeto à Câmara de Aparecida

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.