Últimas Notícias

NOTA – Belivaldo Chagas desrespeita servidores

0

O SINTRASE, representado pelo coordenador Diego Araujo, discorda das declarações feitas pelo vice-governador, Belivaldo Chagas, em matéria publicada pelo portal Infonet (link abaixo) no último dia 8 de maio, quando o mesmo fala sobre a exoneração e recontratação de cargos comissionados. Na reportagem, Belivaldo diz que “não tem como não recontratar (os cargos comissionados), a não ser que alguém queira parar a máquina administrativa. (…). Se o governador fez uma exoneração, claro que havia a necessidade de recontratação desse pessoal em cargo de comissão. Temos uma economia grande, não há essa questão da contratação desenfreada em Cargos em Comissão”.

O SINTRASE repudia estas afirmações, considerando-as, no mínimo, desrespeitosas para com todos os servidores públicos do estado, sobretudo, para os que têm parte de seu salário congelado em face da Lei da Responsabilidade Fiscal, como é o caso da Administração Geral. A afirmação de que “sem os cargos em comissão sem vínculo a máquina administrativa deixa de funcionar” não tem fundamento, mesmo havendo, ainda hoje, uma defasagem absurda no número total de servidores efetivos, que vivem sobrecarregados pelo quadro insuficiente de servidores. Belivaldo, ao afirmar que a máquina pararia sem os comissionados, julga como incompetentes os efetivos que se esforçaram para chegar aonde chegaram, sem precisar de apadrinhamento ou coisas do tipo. O SINTRASE acredita que a exoneração de todos os cargos em comissão sem vínculo poderia até não resolver o problema em seu bojo total, mas já demonstraria a boa vontade do governo em trabalhar e cumprir com o prometido com a categoria, coisa que até o presente momento não foi feito.

Matéria da Infonet: http://www.infonet.com.br/politica//ler.asp?id=172347

comunicado_sintrase

Conferência sobre Plano Estadual de Educação acontece em Lagarto

Previous article

Mais uma mobilização realizada pelo Sintrase

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.