Sintrase avalia adiantamento do 13º como medida negativa

SINTRASE concedeu entrevista ao JC e abordou a falácia do 13º e a situação caótica dos servidores estaduais, que seguem sem reposição salarial.

(Jornal da Cidade – 2 de julho)

“A metade do 13º será parcelado em cinco vezes e se o servidor quiser antecipar junto ao banco ele que vai pagar os juros. Diferente até mesmo do que ele fazia, quando assumia os juros. Então não foi positivo”, disse o presidente, Diego Araujo.

SEM REPOSIÇÃO – “São seis anos sem qualquer tipo de reposição inflacionária, acarretando as perdas de 45% aos salários. Hoje temos mais de três mil servidores ganhando menos de um salário mínimo por mês sem qualquer perspectiva de melhora,” lamentou.

Confira aqui: https://drive.google.com/…/1grQRaoQKNYOTpsEmlSb1_jwT6P…/view

 

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site