SINTRASE protesta contra novo atraso de salários

Dinheiro02 (1)

Na virada de 2015, o Governo do Estado de Sergipe promove frustações e insegurança quanto às expectativas para o novo ano quando anuncia  atraso com parcelamento do pagamento da folha de servidores (ativos, inativos e pensionistas). Esta é a tônica da nota de repúdio da direção do Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Sintrase), enviada hoje, dia 30, ao governador Jackson Barreto (PMDB).

Em um dos trechos da nota, o Sintrase lembra que “na linha histórica dos últimos oito anos, este é o segundo momento em que a atual gestão estadual utiliza do expediente deplorável de atrasar e parcelar salários”. A primeira medida foi realizada este ano, no mês de outubro.

De acordo com o coordenador do Sintrase, Waldir Rodrigues, o parcelamento do pagamento da folha sem o prévio conhecimento dos servidores e servidoras frustra todas as expectativas. “Para 2015, o sentimento no funcionalismo estadual é de transtornos desnecessários e de insegurança para honrarmos compromissos financeiros”, afirma o sindicalista.

“A direção do SINTRASE entende que o fatiamento salarial destoa do bom andamento democrático e fere violentamente a credibilidade existente entre os servidores e o governo. O sindicato reafirma que a folha deve ser paga em sua integralidade dentro de cada mês”, defende Waldir Rodrigues.

Pagamento do PCCV

Ainda segundo a direção do Sintrase, o governador Jackson Barreto voltou a descumprir com o prometido durante o processo eleitoral. “Aguardamos que o Estado conclua com o processo da Reforma Administrativa cortando gastos supérfluos. O governo terá de garantir reduções dos índices correlacionados à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e o consequente pagamento integral dos valores garantidos a todos os servidores com a implementação do Plano de Cargos e Salários (PCCV), que por força da LRF ainda não são pagos”, diz outro trecho da nota de repúdio.

Ascom Sintrase

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site